A EPIFANIA E A EDUCAÇÃO SOCIOAMBIENTAL

A Epifania acredita no poder da educação socioambiental e busca, por meio de suas obras literárias infantojuvenis, fornecer a esse público ferramentas de interpretação da realidade cultural, valorizando informação e autonomia no desafio de lidar com as transformações observadas no mundo, mais intensas nos centros urbanos.

A popularização da ciência é uma política governamental e implica em possibilitar o acesso à informação, que contribui para o fortalecimento do poder de decisão da população. A internalização de informações científicas e o incentivo à criatividade visam uma participação política autêntica capaz de, pelo menos, amenizar a manipulação da população por interesses comerciais. 

 

Nessa proposta, a cultura é interpretada como os hábitos que constroem o modo de vida da sociedade. Ao adquirir, por meio da cultura, a consciência das causas e consequências da poluição ambiental, cada indivíduo atribui significados e age de acordo com convicções próprias, construindo um novo modo de vida social, a partir de um novo saber popular. As obras que criamos favorecem internalização dos fatos que explicam como os hábitos se relacionam com as paisagens contemporâneas. 

O propósito desta iniciativa é apresentar às crianças relações de equilíbrio presentes na natureza, de modo que cada indivíduo se reconheça como parte do ambiente. Atualmente, as noções culturais de controle, uso e preservação dos recursos naturais ainda são marcadas pelo antropocentrismo e pelo imediatismo. Queremos fornecer, por meio da literatura, subsídios para o questionamento dessas noções.

Atitudes individuais e coletivas futuras dependem de como as crianças percebem o ambiente à sua volta, das informações que adquirem sobre ele, e principalmente das soluções que elas criam e aplicam ao ambiente sociocultural no qual estão inseridas. Entendemos por seu ambiente sociocultural os hábitos que ela observa e reproduz, e os conceitos que ela internaliza a partir da observação e ação dentro e fora de casa.

Buscamos estimular a criança a se relacionar com o ambiente de maneira equilibrada e, assim, buscar sua própria identidade diante das consequências ambientais às quais está exposta e definir as condutas que, no seu entendimento, são adequadas.

A natureza das obras da Epifania é essencialmente humanística, pois destaca o papel do homem no ambiente, investigando sua configuração atual, trabalhando a adaptabilidade do ser humano no ambiente que ele mesmo modificou.

 

Por meio de mudanças culturais profundas na infância, a população adulta terá condições de exercer pressões políticas e econômicas que levem à sustentabilidade do uso dos recursos naturais, garantindo o desenvolvimento econômico, tecnológico e, ao mesmo tempo, promovendo a saúde e o conforto. Repensar o que é imediato, refletir sobre a duração da vida humana e dar condições à sua reprodução resulta em decisões autênticas, bem fundamentadas, alinhadas ao sentido que cada um atribui à vida.

 

Contribuir para que as crianças enxerguem a si mesmas como partes do ambiente é uma maneira de proteger as expressões culturais da nossa sociedade e garantir seu pluralismo, salvaguardando o florescimento dos modos de criar, fazer e viver da sociedade brasileira.

INICIO         NOSSAS OBRAS        OFICINAS CULTURAIS       NOSSOS PARCEIROS       CONTATO

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now